André Rieu

| Publicar um comentário

Natalie Cardone -Hasta Siempre

Publicado em Che | 1 Comentário

Uma Mosca com valor…

Maria na solidão da “sua” cela, pensando na filha, amassava pedaços de pão, fazia com eles pequenas bolas que colocava ao longo da mesa para que eu lhe fizesse companhia….

Num belo dia de Abril ouviu-se um grande estrondo, abriram-se as grades da prisão e finalmente Maria voltou a reencontrar a filha, o marido e os camaradas de tantas lutas….

Homens com espingardas levantadas, nos canos lindas flores, poisei numa delas, saboreei aquele delicioso néctar que ainda hoje sonho com o cheiro a cravos vermelhos….

Continuar a ler

Publicado em A mosca | 2 Comentários